Home » Notícias » Brasil » Suspeita de integrar quadrilha, filha de Belo é solta após quase um mês presa
- Atualizado em 08/12/20 às 08h46

Suspeita de integrar quadrilha, filha de Belo é solta após quase um mês presa

Jovem e outras seis mulheres tiveram prisão preventiva revogada

Foto: Reprodução / Instagram

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

A filha do cantor Belo, Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, foi solta após passar quase um mês presa por suspeita de envolvimento em uma quadrilha especializada em fraudes bancárias. A prisão preventiva da jovem foi revogada na segunda-feira (7).

Isadora estava presa no Instituto Penal Santo Expedito, em Bangu, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Além de Isadora, outras 11 mulheres haviam sido detidas. A filha mais nova de Belo e outras seis tiveram a prisão preventiva revogada e devem cumprir medidas cautelares como, por exemplo, informarem às autoridades sobre suas atividades uma vez por mês, não entrarem em contato com as supostas vítimas dos golpes e não saírem de casa à noite ou nos dias de folga. As outras cinco receberam permissão para prisão domiciliar por serem mães de crianças de até 12 anos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

As 12 mulheres foram acusadas de induzir vítimas a repassarem seus dados bancários e entregarem seus cartões a motoboys. O valor dos golpes chegavam a até R$ 1 milhão.

A função de Isadora era coletar dados e fazer anotações sobre várias pessoas. Ela chegou a dizer que não sabia o que era feito com as informações, mas tinha consciência de que seria algo ilegal.

Tópicos: ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->