Home » Esporte » E.C.Bahia » STJD intima Ramirez e Gerson a depor sobre o caso de injúria racial
- Atualizado em 18/01/21 às 18h21

STJD intima Ramirez e Gerson a depor sobre o caso de injúria racial

Nathan, zagueiro do time carioca, também foi intimado

Foto: Reprodução / Premiere

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O meia Ramirez, do Bahia, e o volante Gerson, do Flamengo, foram intimados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para prestar depoimento sobe o suposto caso de injúria racial no dis 3 de fevereiro, na sede do STJD, no Rio de Janeiro.

Além dos dois ‘protagonistas’ do caso, o zagueiro Nathan, do rubro-negro carioca, também fui chamado para depor. O caso denunciado pelo atleta do Flamengo se encaixa no artigo 243-G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva.

“Praticar ato discriminatório, desdenhoso ou ultrajante, relacionado a preconceito em razão de origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa ou portadora de deficiência”, diz o texto.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A pena para tal infração é suspensão de cinco a dez jogos em caso de atleta, treinador, médico ou membro da comissão técnica, ou de 120 a 360 dias em caso de demais profissionais, além de uma multa entre RS 100 e R$ 100 mil.

Acusado de injúria racial por Gerson após a partida entre Flamengo e Bahia no dia 20 de dezembro, pelo Brasileirão, Ramirez foi num primeiro momento afastado do elenco do Esquadrão, mas depois foi integrado pois o clube não encontrou provas conclusivas de que o atleta cometeu o crime de racismo.

Tópicos: , ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->