Home » Notícias » Salvador » “Se eu acreditasse em pesquisa, estava embaixo da cama em 2014”, diz Rui sobre liderança de Bruno Reis
- Atualizado em 20/10/20 às 11h17

“Se eu acreditasse em pesquisa, estava embaixo da cama em 2014”, diz Rui sobre liderança de Bruno Reis

Governador diz que institutos de pesquisas são, geralmente, financiados por candidatos

Foto: Varela Notícias

Anderson Ramos e Sanny Santana
redacao@varelanoticias.com

O governador da Bahia Rui Costa (PT) minimizou as pesquisas de intenção de voto para prefeito de Salvador. Com Bruno Reis (DEM) na liderança, o petista foi questionado sobre o favoritismo do candidato. O político, porém, pareceu não se importar com o atual resultado da pesquisa.

Apesar de afirmar que “não comenta pesquisa”, Rui declarou sua opinião sobre os institutos responsáveis por apurar e revelar os resultados que, segundo ele, muitas vezes são financiados por candidatos.

“Se eu acreditasse em pesquisa, eu estava embaixo da cama em 2014 e não saía pra lugar nenhum, e eu venci com o voto da população, e quem perdeu foi meu adversário e os institutos de pesquisas, que muitas vezes representam interesses econômicos envolvidos, quem, em geral, paga, financia essas pesquisas, então eu não comento pesquisa, não comentei em 2018 quando estava na frente”, disse.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“O que eu estou vendo nas ruas não são esses números que estão sendo publicados, então eu prefiro ficar com o que eu vejo nas ruas. Em geral, coincide com o resultado nas urnas”, concluiu.

Apesar de o governador da Bahia citar erros nas pesquisas, um levantamento feito pelo Varela Notícias revela que as instituições acertaram todas as tendências em Salvador nos últimos 30 anos.

Tópicos: ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS