Home » Notícias » Bahia » Rui diz que pretende começar vacinação em até 10 dias após liberação da Anvisa
- Atualizado em 13/01/21 às 12h51

Rui diz que pretende começar vacinação em até 10 dias após liberação da Anvisa

O mandatário ainda criticou o Governo Federal e a Anvisa, por conta da demora de liberar o uso emergencial da vacina no Brasil

Foto: Anderson Ramos/Varela Notícias

Anderson Ramos e Brenner Menezes
redacao@varelanoticias.com.br

O governador Rui Costa afirmou na manhã desta segunda-feira (13), que o estado da Bahia consegue iniciar a vacinação em no máximo 10 dias após a liberação do imunizante, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Governo do Estado da Bahia tem conversas adiantadas para adquirir a Sputnik V, que está sendo produzida na Rússia.

O mandatário ainda criticou o Governo Federal e a Anvisa, por conta da demora de liberar o uso emergencial da vacina no Brasil. Rui chegou a falar em acionar o Supremo Tribunal Federal (STF), para conseguir o uso do imunizante.

“Temos garantido a compra antecipada das vacinas. Nós já exercemos esse direito e eles têm condições de entregar rapidamente a vacina na Bahia. Uma quantidade que não é expressiva do ponto de vista da população em geral, mas é necessária por conta do público alvo, especialmente para vacinar nossos profissionais da saúde e segurança. Teríamos condições de começar a vacinação em no máximo 10 dias, mas para efetivar a compra necessito da autorização da Anvisa”, afirmou.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Terei uma reunião ainda hoje com o Procurador Geral do Estado, onde irei pedir a ele para entrar em contato com o procurador da república, ou até mesmo entrar com uma ação no STF, para solicitar a autorização judicial para a compra e aplicação da vacina”, completou o governador.

Rui Costa ainda voltou a falar da demora de liberação do uso da vacina e chegou a falar, que o Brasil não pode ser o último país a começar a imunizar sua população.

“Não é possível, não é tolerável e nem mesmo aceitavel esse prolongamento artificial que o Governo Federal e a Anvisa estão fazendo para iniciar a vacinação no Brasil, Não podemos ser o último país do mundo a começar a vacinar, as pessoas estão morrendo. O Governo Federal precisa ter o minímo de sensibiidade com a vida humana”, finalizou Rui.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS