Home » Política » Prisão do deputado Daniel Silveira é mantida pela Justiça após audiência de custódia
- Atualizado em 18/02/21 às 17h56

Prisão do deputado Daniel Silveira é mantida pela Justiça após audiência de custódia

Parlamentar será encaminhado para o Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro

(Foto: Agência Brasil)

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) teve a prisão mantida, após audiência de custódia no Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (18).

De acordo com a CNN Brasil, com a decisão do juiz local, o parlamentar será encaminhado para o Batalhão da Polícia Militar do estado.

STF deve determinar uso de tornozeleira

O Supremo Tribunal Federal (STF) deve relaxar a prisão de Silveira. A ideia é que ele passe pelo menos o fim de semana na prisão, mas depois seja solto.

Contudo, o parlamentar deve ser submetido a medidas cautelares, como por exemplo usar tornozeleira e ser impedido de divulgar mensagens nas redes sociais, de acordo com a Folha de São Paulo. 

Na quarta-feira (17), a Procuradoria-Geral da República (PGR) propôs ao STF uma série de medidas cautelares para que o deputado possa ser solto. Além do uso da tornozeleira e de ficar afastado das redes, os procuradores sugeriram que ele mantenha distância das instalações do tribunal.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A possibilidade de relaxamento, pelo próprio STF, passou a ser considerada depois que a Câmara dos Deputados sinalizou que não derrubaria a prisão de Daniel Silveira. Ou seja, não vai desautorizar o Supremo.

Silveira foi preso na noite da última terça-feira (16) por ordem do ministro Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito que investiga ataques aos ministros do tribunal e notícias fraudulentas.

Leia mais:

STF mantém por unanimidade a prisão do deputado federal Daniel Silveira

Defesa de Daniel Silveira considera prisão do deputado “ataque à sua imunidade material”

Homem é agredido por apoiadores do deputado Daniel Silveira; veja



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->