Home » Notícias » Brasil » Padre Robson é suspeito de ter pago propina para desembargador
- Atualizado em 22/02/21 às 08h10

Padre Robson é suspeito de ter pago propina para desembargador

Delegada também é suspeita de ajudar padre

Foto: Reprodução/ Instagram

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Novos materiais divulgados pelo Ministério Público de Góias, podem retomar a investigação contra o padre Robson de Almeida, da Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO).

Mensagens divulgados pelo Fantástico, neste domingo (21), apontam que o padre pagava R$ 600 mil a um desembargador. Uma delegada também é suspeita de ajudar o arcebispo no inquérito que apurava um caso de extorsão. Em outubro, o Tribunal de Justiça de Goias decidiu trancar a investigação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Segundo o Ministério Público de Goiás, o padre é suspeito de envolvimento em crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsificação de documentos e sonegação fiscal.

Ainda segundo o MP, o padre é suspeito de ter desviado, no mínimo, R$ 120 milhões das doações dos fiéis. Com a verba ele teria adquirido uma fazenda de R$ 6 milhões em Abidiânia e uma casa de praia, no valor de R$ 3 milhões, em Guarajuba, na Bahia.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->