Home » Notícias » Salvador » Neto diz que não vai tirar pacientes com Covid-19 do Hospital Salvador e critica reitor da Ufba
- Atualizado em 24/07/20 às 11h11

Neto diz que não vai tirar pacientes com Covid-19 do Hospital Salvador e critica reitor da Ufba

Democrata afirmou que prefeitura ainda não foi notificada da decisão do STF, mas quando for, irá recorrer

Foto: Google Maps

Brenner Menezes e Paloma Teixeira
redacao@varelanoticias.com.br

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), comentou a decisão tomada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, que suspendeu a autorização para que o Hospital Salvador recebesse pacientes infectados pela Covid-19. Em coletiva de imprensa, na manhã desta sexta-feira (24), o democrata afirmou que respeita a decisão do STF, mas não irá retirar nenhum paciente que já está internado no local e afirmou ainda que, assim que a prefeitura for notificada, vai recorrer da decisão.

“É importante dizer que os leitos já estão ocupados, portanto, mesmo antes da decisão do Supremo Tribunal Federal, a prefeitura ocupou os leitos. O sistema de regulação encaminhou pacientes para o Hospital Salvador e eu não tenho como tirar o paciente que está entubado em uma UTI do hospital, é impossível, isso eu não farei. Quando a prefeitura tomar conhecimento oficial da decisão, nós deixaremos de encaminhar novos”, afirmou.

A prefeitura de Salvador e a Universidade Federal da Bahia (Ufba) travam uma disputa para a utilização das instalações do Hospital Salvador. Isto porque, o local abriga temporariamente a Maternidade Climério de Oliveira, que é gerida pela instituição. O local atende gestantes e recém-nascidos de alto risco. Ainda na coletiva, o prefeito teceu críticas ao reitor da Ufba, João Carlos Salles Pires da Silva.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Nós não somos loucos, ninguém ia misturar paciente de Covid com gestante, com recém-nascido. A prefeitura fez todos os investimentos em infraestrutura para dar plena segurança de funcionamento ao Hospital Salvador, a Universidade Federal da Bahia sabe disso. Lá está Climério de Oliveira, por atraso da própria reitoria da universidade na condição das obras da Climério. Lamento essa posição do reitor, que está jogando contra Salvador”, disparou.

“O reitor está sendo insensível, está virando as costas para pessoas que precisam de UTI, o reitor está vivendo em uma bolha e acima de tudo usando argumentos que não são verdadeiros. Até porque na própria Climério de Oliveira já houve caso de gestante com Covid, dito pela própria Universidade Federal da Bahia. Não somos nós que estamos levando Covid para a Climério de Oliveira, e há absoluto isolamento, como existe no Hospital Aliança, no Hospital Português, também existe no Hospital Salvador”, finalizou.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->