Home » Notícias » Bahia » Natulab retorna atividades sem apresentar plano de preservação ao coronavírus, diz sindicato
- Atualizado em 24/05/20 às 14h56

Natulab retorna atividades sem apresentar plano de preservação ao coronavírus, diz sindicato

Sinquímica enviou ofício para empresa com sugestões para um retorno das atividades com mais segurança

Foto: Google Maps

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Os trabalhadores da Natulab, fábrica de medicamentos e suplementos alimentares, localizado na cidade de Santo Antônio de Jesus, foram surpreendidos pela decisão da empresa de retorno ao funcionamento da operação, neste domingo (24), sem antes realizar as medidas urgentes de garantia da segurança e saúde dos funcionários exigidos pelo Sindiquímica.

Até o momento já foram confirmados sete trabalhadores da fábrica que testaram positivo para Covid-19 (dos 11 casos confirmados no município de Santo Antônio de Jesus). Outros funcionários estão em análise, aguardando resultado, e todo o corpo de trabalhadores encontra-se apreensivo, deixando também seus familiares e toda a cidade em uma estado de alerta e medo.

O Sindiquimica enviou ofício para empresa com uma série de sugestões para permitir um retorno às atividades com segurança e uma reunião com a empresa está agendada para esta segunda-feira, (25), às 10h. Portanto, a Natulab retornou às atividades antes de apresentar o plano pronto e antes da reunião com o sindicato

“Consideramos uma afronta à entidade e uma irresponsabilidade com a saúde e segurança de todos os trabalhadores. Não aceitaremos. Estamos adotando todas as medidas necessárias para que a empresa não retorne os trabalhos hoje e estamos orientando os trabalhadores a não irem, não até a Natulab apresentar o plano de prevenção”, disse.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ainda de acordo com o diretor, o Sindicato entende que por ser uma organização farmaceutica ela pode estar aberta mas precisa seguir as orientações.

“Santo Antônio de Jesus é uma cidade pequena , se a empresa libera sem a devida segurança ao trabalhador, em uma época como essa, a chance de um surto na cidade será muito grande”, alertou.

Uma das medidas essenciais, além da testagem de todos os trabalhadores, é a apresentação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional-PCMSO e do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais-PPRA, com inclusão de Covid-19 e definição de corpo técnico responsável por acompanhamento, compartilhamento e transparência, elencando todas as medidas adequadas, de forma compartilhada com todos os trabalhadores.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->