Home » Política » “Não pode um juiz decidir se você toma ou não a vacina”, critica Bolsonaro sobre tema no STF
- Atualizado em 26/10/20 às 12h32

“Não pode um juiz decidir se você toma ou não a vacina”, critica Bolsonaro sobre tema no STF

Presidente afirmou que se reúne com o ministro da Saúde nesta segunda-feira para tratar sobre o assunuto

Foto: Reprodução/ CNN Brasil

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada na manhã desta segunda-feira (26), criticou a judicialização da vacina contra a Covid-19.

Após imbróglio entre o governador de São Paulo (PSDB), que anunciou que a vacina seria obrigatória, e o próprio presidente, que desautorizou a compra de 46 milhões de doses anunciada pelo ministro da Saúde e disse que a imunização não seria obrigatória, o caso foi parar no Supremo Tribunal Federal.

“O que a gente tem que fazer aqui é não querer correr, atropelar e comprar dessa ou daquela sem nenhuma comprovação ainda. A gente aguarda, logicamente, para melhor falar sobre isso, a publicação disso numa revista científica”, disse Bolsonaro.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ele disse, ainda, que se reuniria com o ministro da Saúde nesta segunda-feira (26) para tratar sobre o assunuto e criticou:

“Temos uma jornada pela frente, onde parece que foi judicializada essa questão, e entendo que isso não é uma questão de Justiça, mas de saúde. Não pode um juiz decidir se você vai ou não tomar uma vacina. Isso não existe”, disse o presidente.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS