Home » Notícias » Brasil » Mulher leva marido morto a banco para ‘prova de vida’ e é indiciada por tentativa de fraude
- Atualizado em 17/10/20 às 14h47

Mulher leva marido morto a banco para ‘prova de vida’ e é indiciada por tentativa de fraude

Homem estava morto há 12h

Foto : Felipe de Souza/UOL

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

Uma mulher de 58 anos, identificada como J.S.M levou o marido, morto há 12h, de cadeira de rodas para realizar uma prova de vida em uma agência do Banco do Brasil, em Campinas, São Paulo. O caso aconteceu no último dia 2 de outubro, mas o resultado do laudo do Instituto Médico Legal foi divulgado nesta quinta-feira (15).

Após suposta tentativa de fraude, o delegado do 1° Distrito Policial da cidade ouviu os dois funcionários do Banco de presenciaram a situação. Após investigação, a polícia indiciou J.S.M por vilipêndio de cadáver (desrespeito ao corpo) e tentativa de estelionato.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ao portal UOL, o diretor do Departamento de Policiamento do Interior 2 (Deinter-2), José Henrique Ventura, além da mulher que levou o marido, uma vizinha também prestou depoimento sobre o caso, pois também foi até o banco.

“Ele contou que viu que Laércio estava paralisado, e chegou a questionar Joseja por que não havia chamando o Samu. A resposta é que ela precisava ir ao banco para poder movimentar a conta bancária, mas não tinha dito que o homem havia morrido”, disse ao UOL.

Tópicos: ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS