Home » Notícias » Brasil » Mulher diz que matou, esquartejou e tocou fogo em chargista após ter sido agredida
- Atualizado em 25/11/20 às 08h15

Mulher diz que matou, esquartejou e tocou fogo em chargista após ter sido agredida

Clarice disse em depoimento que cometeu o crime após ter sido agredida por Marco Antônio com bofetadas no rosto

Foto: Arquivo Pessoal

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O corpo do chargista Marco Antônio Rosa Borges, 54 anos, foi encontrado pela polícia nesta terça-feira depois de ficar três dias desaparecido.

A namorada dele, Clarice Silvestre, confessou para uma equipe da Polícia Militar que o matou depois de ter sido agredida. Segundo o UOL, ela detalhou que assassinou o rapaz a golpes de faca e em seguida esquartejou o corpo, acondicionando em três malas. Depois, ela ateou fogo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Clarice disse em depoimento que cometeu o crime após ter sido agredida por Marco Antônio com bofetadas no rosto no meio de uma discussão. Ela então teria empurrado a vítima, que estava próxima a uma escada e desmaiou ao bater a cabeça. Na sequência, ela o esfaqueou e deu prosseguimento ao crime.

Desde 2006 Marco Antonio atuava como colaborador no jornal O Estado e é lembrado por colegas e amigos pelo talento e por ser uma pessoa tranquila e amigável.

Tópicos:
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->