Home » Notícias » Salvador » Mulher acusada de maus-tratos é posta em liberdade e defesa promete provar inocência
- Atualizado em 25/10/20 às 08h52

Mulher acusada de maus-tratos é posta em liberdade e defesa promete provar inocência

Pessoas da vizinhança e familiares negam maus-tratos

Foto: Brigada K9 / Divulgação

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

A mulher de 48 anos acusada de ter se passado por uma médica veterinária e que foi presa em um imóvel com cerca de 120 animais em situação precária e de maus-tratos, recebeu liberdade provisória no sábado (24) após passar por uma audiência de custódia.

A defesa da acusada prometeu provar a inocência dela e disse que aguarda o andamento do processo. “Essa denúncia é totalmente infundada e não tem maneira nenhuma de prosperar. Os fatos estão sendo apurados pela polícia e vai ser provada inocência dela”, disse Jorge Ribeiro, advogado da mulher, ao portal G1.

A suspeita foi detida na sexta-feira (23), depois que pessoas ligadas ao Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado da Bahia (CRMV-BA) e da Brigada K9, instituição voluntária do Corpo de Bombeiros, acusaram ela de manter um abrigo clandestino, no bairro São Cristóvão, em Salvador.

Dentro do local, haviam cães, gatos e até mesmo um jabuti. A mulher alegava ser médica veterinária e cobrava por operações nos animais, cobrando até R$ 2 mil.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Ela fazia um trabalho em cima da omissão do Estado, que deveria cuidar de animais em situação de rua. Se as condições do abrigo não eram as melhores é porque ela é realmente não tinha mais recursos”, explicou.

O comandante da Brigada K9, Emerson França, contou que os animais foram encontrados com fezes pelo chão, sem água e sem comida. Medicamentos que só seriam adquiridos por veterinários também foram achados.

Vizinhos e familiares da mulher, porém, desmentiram as acusações e alegam que os animais doentes na casa estavam no local há pouco tempo e que o imóvel servia como abrigo. De acordo com uma amiga da família da suspeita, muitos cães e gatos da casa estavam em processo de tratamento e ainda não tinham se recuperado.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS