Home » Entretenimento » Famosos » Iuri Sheik se defende e diz que não é criminoso: “Todos vão saber a verdade”
- Atualizado em 26/09/20 às 19h13

Iuri Sheik se defende e diz que não é criminoso: “Todos vão saber a verdade”

Empresário diz que período na cadeia serviu como “momento de reflexão e aprendizado”

Foto: Reprodução / Instagram

Redação VN
redacao@varelanoticias.com

Em liberdade desde o dia 14 de setembro, o empresário e influenciador digital Iuri Sheik se defendeu em seu Instagram, afirmou que não é um criminoso e garantiu que “no momento certo, todos saberão a verdade” sobre o caso que culminou em sua prisão.

Através dos stories, Sheik afirmou que, após sua saída da cadeia, sofreu bastante pressão da mídia, com muitas perguntas que o fizeram dar respostas diferentes do que realmente pensava e criticou pessoas que querem ‘jogá-lo’ “como um marginal, como um bicho, como um criminoso”.

“Minha conduta nunca foi essa, nunca fui nada disso (…) Quem me conhece, ‘velho’, vê a pessoa que eu sempre fui, nunca fui um homem covarde. No momento certo, todos vão saber a verdade”, garantiu.

O digital influencer aproveitou para agradecer aos amigos, familiares e seguidores que permaneceram ao seu lado enquanto ele estava na penitenciária. Ele ainda contou que o período em que passou na prisão serviu como “um momento de reflexão e aprendizado”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

“Aprendi muito, amadureci muito nesse tempo em que estive encarcerado, busquei a Deus (…) Quando você entra [na prisão], que você busca, Deus tira as escamas dos seus olhos, você vê que tudo isso aqui é vão, vaidade de vaidade, tudo passageiro”, disse.

“Digo pra vocês que vivia atrás de fama, de luxo, de dinheiro, e vi que realmente é só vaidade (…) Eu era um homem prostituto, que vivia traindo minha esposa, era um cara covarde, era um cara que hoje, quando eu falo, que eu lembro, eu tenho nojo, não gosto nem de falar”, relembra o empresário.

Iuri Sheik foi preso em 2019, após ser acusado pelo assassinato do ex-sócio da banda Black Style, o empresário William Silva, durante uma festa de São João na cidade de Santo Antônio de Jesus, no Recôncavo da Bahia.

Após deixar a cadeia, Iuri foi questionado por jornalistas se estava arrependido. “Jamais”, ele respondeu.

Tópicos: ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS