Home » Política » Interior da Bahia: Candidato “bolsolula” tem apenas 11 votos e não se elege
- Atualizado em 19/11/20 às 17h04

Interior da Bahia: Candidato “bolsolula” tem apenas 11 votos e não se elege

Neguinho do celular concorreu a uma vaga na Câmara Municipal de Santa Maria da Vitória, oeste da Bahia

Foto: Reprodução/Instagram

Felipe Oliveira
redacao@varelanoticias.com.br

O candidato a vereador em Santa Maria da Vitória, oeste da Bahia, Marcos Henrique Barros Pereira, o famoso “neguinho do celular”, ficou conhecido nacionalmente ao tentar unir Lula e Jair Bolsonaro como “apoiadores” de campanha.

A estratégia adotada não deu muito certo, ele teve apenas 11 votos e não conseguiu se eleger.

Neguinho do Celular concorreu as eleições municipais de 2020 pelo Avante. Ele tem uma loja de celular em Santa Maria da Vitória, que tem 40 mil habitantes.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ainda na pré-campanha, o candidato disse ao Estadão que sabia que a ação ia repercutir na cidade, mas não imaginava que a repercussão seria nacional.

Além do candidato baiano, a estratégia já foi utilizada pelo prefeito de Belford Roxo (RJ), Wagner Carneiro, o Waguinho (MDB).

O prefeito, que foi reeleito neste domingo (14), é aliado do presidente Jair Bolsonaro e, ao mesmo tempo, apoiado pelo Partido dos Trabalhadores.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS