Home » Notícias » Brasil » Governo corta benefícios fiscais para pesquisa científica e atinge Butantan e Fiocruz
- Atualizado em 27/01/21 às 08h02

Governo corta benefícios fiscais para pesquisa científica e atinge Butantan e Fiocruz

Em comparação a 2020, o valor foi de US$ 300 milhões (aproximadamente R$ 1,6 bilhão) e para 2021 serão US$ 93,29 milhões (R$ 499,6 milhões)

Foto: Fiocruz | Arquivo

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O Governo Federal juntamente com o Ministério da Economia, promoveu o corte de 68,9% da cota de importação de equipamentos e insumos destinados à pesquisa científica, o que diretamente afeta as ações desenvolvidas pelo Instituto Butantan e pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), no combate à pandemia da Covid-19.

Em comparação a 2020, o valor foi de US$ 300 milhões (aproximadamente R$ 1,6 bilhão) e para 2021 serão US$ 93,29 milhões (R$ 499,6 milhões). A cota de importação é um valor total de produtos comprados de outros países, destinados à pesquisa científica, que ficam livres de impostos de importação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O Butantan e a Fiocruz,são os institutos que concentram algumas das principais pesquisas para desenvolvimento de um imunizante contra o novo coronavirus.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->