Home » Política » Governo consegue comprar menos de 3% das seringas necessárias para vacinação
- Atualizado em 30/12/20 às 08h15

Governo consegue comprar menos de 3% das seringas necessárias para vacinação

Ministério da Saúde conseguiu 7,9 milhões das 331 milhões de unidades previstas

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

O Ministério da Sáude conseguiu comprar apenas 2,4% das seringas necessárias para o inicío da vacinação no Brasil. De acordo com reportagem do jornal Estado de São Paulo, o governo garantiu 7,9 milhões de unidades das 331 milhões que a pasta tinha a intenção de comprar, no pregão eletrônico realizado nesta terça-feira (29).

Por conta do fracasso na tentativa, a pasta terá que realizar um novo certame, que ainda não tem data. O governo federal decidiu centralizar a compra dos insumos que normalmente é feita por Estados e Municípios.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Também ontem, o ministro da Saúde Eduardo Pazuello deu a previsão de início da vacinação contra a Covid-19 para fevereiro, porém a ação ainda depende da liberação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->