Home » Notícias » Bahia » Fundação Hemoba de Feira tem redução de 50% em doações durante pandemia
- Atualizado em 20/12/20 às 16h17

Fundação Hemoba de Feira tem redução de 50% em doações durante pandemia

Mês de dezembro obteve menor taxa de doações

Foto: Hemoba / Divulgação

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

A Fundação Hemoba de Feira de Santana teve uma redução de cerca de 50% em doações de sangue durante a pandemia.

O mês de dezembro obteve a pior taxa de doações. De acordo com a coordenadora da unidade do Hemoba, a biomédica Marilene Souza, o decréscimo nas doações ocorreu em todos os bancos de sangue da Bahia.

“Esse ano foi um ano bem atípico e nós tivemos uma redução de mais de 50%, ou seja, no mesmo período no ano de 2019, nós atendemos cerca de 13 mil doadores e nesse momento, nós fizemos esse mesmo gráfico e atendemos menos de 6 mil pessoas”, disse. 

Segundo o portal Acorda Cidade, a coordenadora explicou que para cada tipo sanguíneo existe um estoque ideal e o sangue O positivo necessita de uma média de 20 bolsas no estoque parea atender com tranquilidade o Hospital Estadual da Criança (HEC) e o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O sangue A negativo é o mais raro e o O negativo, por ser doador universal, é o mais usado. “A quantidade de pessoas que tem o tipo sanguíneo AB negativo e esse fator RH é bem menor. Já o O negativo esse é o mais utilizado porque se chegar um paciente com risco de morte, precisando de uma transfusão, é a bolsa que nós iremos utilizar, mesmo sem prova de compatibilidade, porque é o doador universal”, afirmou. 

Marilene disse que espera que esse final de ano, em virtude da pandemia da covid-19 e das restrições de festas, a quantidade de transfusões de sangue seja menor, já que haverão poucas viagens e diminuem os acidentes de trânsito, mas segundo ela, a crescente violência preocupa, pois muitas necessitam da doação de sangue. 

A coordenadora do Hemoba relatou que a instituição funciona normalmente neste fim de ano, de 21 até o dia 31 de dezembro, fechando apenas nos feriados de 25 de dezembro e 1º de janeiro.

Para doar a pessoa deve ter entre 16 e 69 anos, estar bem alimentada, saudável, possuir mais de 50kg e portar documento oficial com foto. Não pode ter feito tatuagem, piercing, ou micropigmentação de sobrancelha recente, nem outro tipo de procedimento invasivo. O Hemoba funciona ao lado do Hospital Geral Clériston Andrade II, onde era a 2ª Dires.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->