Home » Entretenimento » Entretenimento Bahia » Falando sobre emancipação e liberdade, rapper Yan Cloud lança ‘PINKBOY’, seu novo álbum
- Atualizado em 02/10/20 às 16h37

Falando sobre emancipação e liberdade, rapper Yan Cloud lança ‘PINKBOY’, seu novo álbum

Músicas abordam questões de cunho social e racial

(Foto: Divulgação)

Redação VN
redacao@varelanoticias.com

O rapper soteropolitano Yan Cloud lançou, nesta sexta-feira (2), o seu segundo álbum, intitulado ‘PINKBOY’. De acordo com o artista, a escolha do nome representa a subversão do que se espera de um jovem negro. 

“O significado que atribuo a esse nome está em duas palavras: emancipação e liberdade. Cresci e fui criado por uma família evangélica que me cercava de proibições e pensamentos quadrados. Sempre fui obrigado a seguir uma linha de pensamento e comportamento e, assim, fui deixando de ser eu e me tornando o que esperavam de mim”, diz Yan.

O álbum contém 7 faixas – ‘Bafana’, ‘Rala’, ‘Garota De Salvador’, ‘Ruanda’, ‘O Que Cês Esperam’, ‘Talento’ e ‘Não Toca No Meu Cabelo’ – e aborda questões de cunho social e racial, trazendo em seus versos a potencialização da autoestima preta e valorização do relacionamento afrocentrado. 

Na sua musicalidade, o compositor traz misturas de ritmos como rap, trap e o funk, imprimindo a sua identidade dentro do que se entende de música pop. Além de utilizar a cor rosa como um símbolo de revolução.

Resistência

Para o cantor, a identificação com a cor rosa e a escolha dela como marca pessoal veio também como uma forma de resistência, pois desde a infância ele foi ensinado que cores têm  gênero e, mesmo gostando muito da cor, o artista sempre foi proibido de usar ou ter objetos rosas, assim como também não podia usar cortes afro e deixar o cabelo crescer. 

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Yan Cloud surge no cenário musical baiano em 2015 com o lançamento de uma série de singles. Em 2017, lançou o EP ‘Alívio’, primeiro trabalho solo, que ficou em oitavo lugar entre os melhores álbuns baianos do ano, em votação popular no site Elcabong. 

No final de 2019 ele cantou no Festival da Virada Salvador. Em 2020, o cantor se destacou na cena soteropolitana ao cantar todos os dias do Carnaval, no palco do Seja Origens, Camarote Expresso 2222 e no trio de Psirico e Pabllo Vittar. 

‘PINKBOY’ está disponível nas principais plataformas de streaming. Confira a tracklist abaixo:

(Divulgação)

Leia também:

Buscando inspirar jovens negros e periféricos, rapper baiano Yan Cloud lança ‘Bafana’

Artistas independentes falam sobre impacto da pandemia no cenário musical baiano

Tópicos: , ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS