Home » Política » Empresários de ônibus endossam fala de ACM Neto e alertam sobre colapso no sistema
- Atualizado em 04/01/21 às 11h55

Empresários de ônibus endossam fala de ACM Neto e alertam sobre colapso no sistema

Dados da Confederação Nacional do Transporte apontam que quase 60 mil postos foram perdidos no ano passado

Foto: Divulgação/Semop

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) endossou os reiterados alertas do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (DEM) sobre o possível colapso no transporte público no Brasil. As informações são da coluna Radar, da revista Veja.

Na última quarta-feira (30), em um de seus últimos atos públicos como chefe do executivo da capital baiana, Neto chegou a comparar a situação com a greve dos caminhoneiros, ocorrida em 2018, que gerou dificuldade em todo país.

“O prefeito não está exagerando sobre o tamanho da crise no transporte público urbano e suas consequências. Há paralisações do serviço em várias cidades e se o Governo Federal não tomar providências urgentes para socorrer o setor, a situação só vai piorar”, disse Marcos Bicalho, diretor da NTU.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com dados da Dados da Confederação Nacional do Transporte, o setor de ônibus urbanos perdeu 57.290 postos de trabalho de janeiro a outubro do ano passado.

Os empresários do setor também esperam uma alternativa de ajuda concreta, após o veto do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ao Projeto de Lei (PL) 3364/20, que previa um socorro de R$ 4 bilhões para sistemas de transportes em cidades acima de 200 mil habitantes.  



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->