Home » Notícias » Eleições » Eleições: violência contra candidatos tem alta de 471% em relação a 2016
- Atualizado em 25/11/20 às 07h17

Eleições: violência contra candidatos tem alta de 471% em relação a 2016

O levantamento foi realizado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE)

Foto: JOSÉ CRUZ/AGÊNCIA BRASIL

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

As eleições municipais de 2020 tiveram um impacto na alta de crimes violentos contra candidatos e pré-candidatos ao pleito. De acordo com o levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entre janeiro e novembro deste ano, foram registradas 263 ocorrências contra políticos, sendo que 200 notificações foram apenas entre setembro e novembro.

No mesmo período de 2018, ano de eleições majoritárias, foram 46 ocorrências de homicídio, crimes de ameaça e lesão corporal contra candidatos. O mesmo número foi registrado em 2016, quando também foram realizadas eleições municipais. Se comparado ao pleito deste ano, foi registrada uma alta de 471,7% em relação a 2016.

Os dados foram obtidos a partir de informações do Instituto Terra de Direitos, Justiça Global, sistema Córtex, do Ministério da Justiça e Segurança Pública e ainda de notícias oriundas dos veículos de comunicação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

De acordo com o levantamento, 83% das ocorrências de homicídios tentados e consumados foram registradas em municípios pequenos, com menos de 200 mil eleitores.

Ainda segundo o TSE, o recorde de homicídios tentados e consumados em 2020 ocorreu nos dias anteriores à votação do primeiro turno, realizado em 15 de novembro.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->