Home » Notícias » Salvador » Com plano de vacinação pronto, Bruno Reis diz que pode “imunizar população em 30 dias”
- Atualizado em 12/01/21 às 11h44

Com plano de vacinação pronto, Bruno Reis diz que pode “imunizar população em 30 dias”

Imunização em Salvador terá quatro fases

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

Brenner Menezes e Sanny Santana
redacao@varelanoticias.com.br

O prefeito Bruno Reis (DEM) encheu os soteropolitanos de esperança ao afirmar que já possui o plano de vacinação pronto e que pode “imunizar toda a população em 30 dias”. AInda segundo o democrata, a prefeitura está trabalhando para adquirir as vacinas.

Apesar do Ministério da Saúde considerar três fases para o processo de imunização, a prefeitura de Salvador planejou quatro fases. Confira:

Primeira fase
Na primeira fase, serão vacinados os profissionais de saúde; idosos com idade maior ou igual a 75 anos; pessoas com idade maior ou igual a 60 anos, mas que estejam em asilos e instituições psiquiátricas; indígenas, aleadoes e povos ribeirinhos.

Segunda fase
Os imunizados da segunda fase serão as pessoas de 60 a 74 anos.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Terceira fase
Atenderá ao público que possui comorbidades crônicas, além de transplantados e obesos.

Quarta fase
Na última etapa, serão imunizados os trabalhadores da área da educação; pessoas com deficiência severa; membros das Forças Armadas e salvamento; funcionários do sistema prisional; trabalhadores de transporte coletivo; transportadores rodoviários de carga e detentos.

“Nós estamos apresentando nosso plano em quatro fases, mas estamos fazendo articulações políticas para aqueles profissionais que estão na quarta fase possam se incluir nas demais fases, tendo em vista a prioridade que eles têm e o serviço essencial que eles realizam”, concluiu o prefeito, que também contou pretender vacinar 100 mil soteropolitanos por dia.

Bruno Reis também afirmou que pensa na ampliação de categorias no plano de imunização, para incluir profissionais da imprensa e deficientes, porém, a decisão só será tomada quando a prefeitura tiver ciência quantidade de vacinas que serão disponibilizadas.



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->