Home » Notícias » Mundo » BioNTech diz que pode fornecer em seis semanas vacina adaptada à mutação do vírus
- Atualizado em 22/12/20 às 17h07

BioNTech diz que pode fornecer em seis semanas vacina adaptada à mutação do vírus

Laboratório é responsável por desenvolver, junto à Pfizer, uma das primeiras vacinas já disponíveis contra a Covid-19

(Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil)

Redação VN
redacao@varelanoticias.com

O laboratório alemão BioNTech anunciou que é capaz de fornecer uma vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) já adaptada à nova cepa do vírus registrada no Reino Unido. Nesta terça-feira (22), o cofundador do laboratório, Ugur Sahin, disse que eles podem entregar esse resultado em seis semanas.

“A beleza da tecnologia do RNA mensageiro é que podemos diretamente começar a conceber uma vacina que imita fielmente a nova mutação”, disse Sahin, em uma entrevista coletiva.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O BioNTech é responsável por desenvolver, junto à americana Pfizer, uma das primeiras vacinas já disponíveis contra a Covid-19. Só para os países da União Europeia, as empresas vão fornecer 12,5 milhões de doses do imunizante até o fim do ano. 

Como cada pessoa precisará tomar duas doses, com três semanas de intervalo entre elas, 6,25 milhões de pessoas poderão ser vacinadas nesse primeiro momento. Os 27 membros do bloco vão começar a campanha de vacinação no dia 27 de dezembro.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->