Home » Notícias » Bahia » Bahia é o segundo estado que mais investe em bolsas de pesquisa científica
- Atualizado em 01/07/20 às 07h50

Bahia é o segundo estado que mais investe em bolsas de pesquisa científica

Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia disputa a primeira posição no ranking nacional

Foto: Divulgação/ Secom

Redação VN
redacao@varelanoticias.com.br

A Bahia se consagrou como o segundo estado que mais concede bolsas para pesquisadores científicos com recursos próprios entre os anos de 2018 e 2019. A Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), disputa a primeira posição no ranking nacional.

Segundo informações do governo do estado, em 2018 a Fapesb foi a fundação que mais concedeu bolsas de estudo, já em 2019, ocupa o segundo lugar, atrás apenas da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp). Somente no ano passado, 2302 estudantes foram contemplados, segundo dados recentes divulgados pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

A lista se refere aos benefícios concedidos aos estudantes dos cursos de mestrado e doutorado que atuam no Brasil ou no exterior. O , celebra os resultados que posicionam a Bahia em liderança nacional.

Segundo o diretor da Fapesb, Márcio Costa, foram 2.282 bolsas concedidas em 2018, o maior número de estudantes contemplados por uma FAP naquele ano. “Por isso, temos muito orgulho de dar continuidade a este trabalho na Fapesb sempre com o objetivo de promover a ciência, apoiando nossos pesquisadores com o retorno em forma de benefícios à sociedade”, declarou.

Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS