Home » Notícias » Polícia » Assassinato no Costa Azul: Carro da polícia passou no momento do crime
- Atualizado em 14/08/13 às 10h49

Assassinato no Costa Azul: Carro da polícia passou no momento do crime

Em detalhe notado pela equipe do Varela Notícias viatura passa do outro lado da via.

Imagem destacada Varela Notícias

Imagem destacada Varela Notícias

Equipe do Varela Notícias nota possível carro de polícia passando durante assalto seguido de morte contra funcionária da Ufba. Segundo informações, a PM perseguiu os bandidos até próximo ao antigo Shopping Aeroclube, quando os criminosos abandonaram o carro e fugiram a pé.

“Quando eu entrei no portão, que eu me virei para fechar o portão, ele já estava atirando nela. Eu acho que ela nem viu direito. Não escutei ela gritar, não escutei nada. Eu só ouvi os tiros. Até agora eu não acredito”. A declaração é da amiga da jornalista e funcionária da Universidade Federal da Bahia (Ufba), Selma Barbosa Alves, vítima de latrocínio na madrugada de segunda-feira (12), no bairro do Costa Azul, em Salvador.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Selma estaciona o carro e a amiga desce em direção ao prédio (Foto: Reprodução)

Selma estaciona o carro e a amiga desce em direção ao prédio (Foto: Reprodução)

A amiga, que também é servidora pública e preferiu não se identificar, contou em entrevista à TV Bahia que tinha acabado de ser deixada em casa, na Rua Arthur de Azevedo Machado, (por volta das 0h de segunda-feira, 12) pela vítima. Quando Selma já se preparava para sair, o carro dela foi fechado bruscamente por outro veículo.

Logo em seguida, um carro preto fecha o veículo da vítima (Foto: reprodução)

Logo em seguida, um carro preto se aproxima do veículo da vítima (Foto: Reprodução)

Dois homens desceram, e um deles, rendeu a vítima ainda dentro do carro, um Punto prata e atirou na cabeça. Os criminosos tiraram Selma do veículo, deixaram o corpo no asfalto e fugiram levando o carro dela.

Depois do crime, corpo de Selma é deixado na via pública (Foto: Reprodução)

Depois do crime, corpo de Selma é deixado na via pública (Foto: Reprodução)

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Outra vítima

Cerca de 2h30 antes de matar Selma Barbosa Alves, 53 anos, os bandidos teriam tomado de assalto um outro veículo, um Celta preto, no bairro de Itapuã. A vítima é correntista do banco Bradesco e prestou depoimento à polícia afirmando que foi abordado quando se aproximava do caixa eletrônico na noite de domingo (11).

A delegada Rogériaq Araújo, titular da 9ª DT (Boca do Rio) disse que já pediu imagens das câmeras de segurança do banco para auxiliar na elucidação do crime e tentar identificar os suspeitos. A Polícia Civil já solicitou o retrato falado dos dois suspeitos de matar a servidora pública.

As características vão ser esboçadas com base no relato do cliente do banco, que foi assaltado antes do crime no Costa Azul. O Departamento de Polícia Técnica deve entregar o resultado nas próximas horas, informou a polícia.

 

*Com informações do Correio e G1

Veja vídeo



COMENTÁRIOS
RELACIONADAS