Home » Entretenimento » Entretenimento Brasil » Após rejeição, Nego Di diz que foi manipulado por Karol Conká
- Atualizado em 17/02/21 às 12h35

Após rejeição, Nego Di diz que foi manipulado por Karol Conká

O humorista disse que está sendo ameaçado de morte

Foto: Reprodução/TV Globo

Redação VN
redacao@varelanoticias.com

Durante participação no programa Mais Você, da TV Globo, Nego Di, o humorista eliminado do Big Brother Brasil com recorde de rejeição, afirmou que foi usado e manipulado por Karol Conká dentro do reality show.

“Depois de alguns vídeos, vi que estava no meio de pessoas que seguiram um caminho errado. A Karol foi a principal que parei para analisar. Eu falava de uma militância exagerada, mas ela me trazia as coisas de uma maneira e não via. Não vi a maneira que ela tratou o Lucas no almoço, por exemplo. As informações chegavam de outro maneira”, se defendeu Nego Di.

O humorista ainda comentou sobre a forma que a cantora tratou Lucas Penteado, sua dupla na primeira semana. “Quando não estava na minha presença, ela agia de uma maneira. E quanto estava, era de outra. Tudo que ela descreveu em um vídeo [falando de Lucas] era o que ela era. Um incrível poder de manipulação. Me senti usado pra caramba”, disse à Ana Maria Braga.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Ele também criticou o posicionamento de Karol, Lumena e o ex-parceiro Projota.”Tem situações ali que a gente não está presente e chegam pra gente de forma deturpada. Falava para Karol que a Lumena era radical, colocava gasolina. Não era de acordo com várias coisas que aconteciam. Não tinham noção de quão grave eram as coisas. Decidi confiar nas pessoas erradas”.

O ex-brother completou: “Me senti, eu achava que era um grande jogador, mas estava sendo usado. Às vezes o Projota me falava uma coisa e ia lá dançar com a pessoa e a pessoa achava que era eu. A Karol fazia muito dessa politicagem. Achava que estava sendo bom jogador, mas estava sendo idiota”.

Após bater o recorde de rejeição, ele afirmou que está recebendo ameaças. “Ver amigos te virando as costas e artistas que você era fã vibrando, fazendo campanha, fazendo ameaças. Meu filho, hoje, não pode ir para a escola por causa disso. As pessoas não sabem o quão cruel a internet pode ser. A gente erra a todo momento aqui fora, mas não temos câmeras aqui. Reconheço que errei pra caramba, mas não sou esse mal caráter que as pessoas falam”, contou.

Tópicos: , , ,
Link:


COMENTÁRIOS
RELACIONADAS
-->

-->